Clipping

O jovem e a influência sobre a sociedade

Pessoas entre 18 e 24 anos tem a capacidade de inovar a maneira de pensar e agir de toda uma sociedade, capazes de mudar o estilo de vida e moldar gerações futuras. São os jovens que costumam quebrar tabus e impor mudanças na forma como as outras gerações, mais velhas e mais novas, pensam e se comportam. Após a segunda guerra mundial, o mundo acompanhou uma explosão populacional. Daí surgiu a expressão baby boom (em tradução livre, explosão de crianças).

A geração nascida nas décadas de 40 e 50, os baby boomers, foram os hippies, os defensores da paz e do amor, os criadores dos grandes festivais de música. A luta incessante dessa geração por liberdade e pelos ideais que acreditava continua influenciando pessoas até hoje. Os filhos dos baby boomers, geração nascida nas décadas de 60 e 70, conhecida como geração X, conseguiu ter um poder aquisitivo maior do que a geração de seus pais. Em contraste a geração anterior, valoriza mais a individualidade e é também chamada de geração competitiva. É bastante influenciada por marketing e publicidades. Finalmente, chegamos a geração de jovens de hoje em dia, a Geração Y. Apesar de não terem nascidos diante a internet como a geração Z, tiveram oportunidade de acompanhar todo o desenvolvimento da mesma, acompanhando o excesso de informação, a super conectividade. Essa facilidade de acesso a qualquer tipo de coisa e pessoa formou uma geração extremamente ansiosa. Não é incomum que Ys comecem a fazer uma coisa e terminem fazendo outra completamente diferente. Não conseguem esperar que o sucesso vá até eles, preferem criar as oportunidades. Essa geração sequer se comunica da mesma maneira que as gerações antigas.

Em função da internet, é comum o uso de uma linguagem mais despojada e mais informal. Símbolos tomam lugar de palavras para expressão de sentimentos. Os Ys não querem ser radicais e idealistas como os boomers, normais comos Xs. Querem ter diferenciais, querem conhecer mais coisas ao mesmo tempo. Um Y pode ser designer, redator, cinéfilo, ir a raves e ouvir música clássica em casa, por exemplo.